JJ Cabeleireiros

Bouquet, objeto de desejo

POW!
POW!
A noiva vai jogar o bouquet!

Talvez esse seja um dos momentos mais esperados em uma festa de casamento, seja em qualquer do mundo.

Essa é uma hora, que enche as mulheres, ainda solteiras, de esperanças em encontrar o seu príncipe encantado. Aquele cara que irá lhe acompanhar a vida inteira e te amar incondicionalmente.

SOC!
SOC!
Mas também é a hora, em que os demais convidados se ajeitam na cadeira, para ver um verdadeiro ring de luta livre em busca do objeto de desejo.

Fotógrafos, profissionais ou não, empunham suas máquinas e se preparam para o momento da batalha.

As mulheres enfileiradas, preparadas e a postos para serem a grande vencedora da noite.

OUCH!
OUCH!
Aí a noiva ameaça uma vez, os ânimos se exaltam, ameaça a segunda vez, você pode sentir a tensão no ar e na terceira o bouquet voa!

Nessa hora, nesse exato momento… Vale tudo!

Cotovelada, mão na cara, rasteira, ajuda de “comparsas”, no amor e na guerra pelo bouquet, vale tudo!

Você pegou o bouquet! Você foi a vitoriosa! Agora só falta exibí-lo para a multidão… Aí você descobre que não ganhou sozinha! Que terá que dividir o prêmio, com outra intrépida caçadora.

UGH!
UGH!
]
Nunca! Jamais! Eu cheguei primeiro!

Então começa o segundo round.

Coitado do bouquet, que nunca mais será o mesmo depois dessa luta. Pétalas para um lado, folhas para o outro, não sobre flor sobre flor…

CRUSH!
CRUSH!
No fim da linha, as duas vencedoras ficam com um pedaço do prêmio, será que ficarão com apenas um pedaço do príncipe também?

Nas dúvidas, o melhor é treinar para o póximo casamento e não deixar ninguém chegar perto dessa vez!

E você? Já pagou um mico desses?

Clique nas fotos para ampliá-las

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *