Casamento pelo Mundo Casos de Casamentos

Vendeu a Noiva e Não Entregou

Já imaginou comprar uma noiva e ela não querer casar com você?

Este é o drama de vários homens da Malásia, que encomendam noivas vietnamitas para agências matrimonias.

Os noivos solitários chegam a pagar o equivalente a R$ 3.500,00 pela futura esposa, algo raro em alguns países, que colocam as mulheres em um nível inferior aos homens.

Lee Law Oh é um desses solitários que pagou, não recebeu e mesmo entrando na justiça pelo ressarcimento e ganhando a causa, ficou sem esposa e sem dinheiro.

As “Match Making”, como são chamadas essas agências, acabam lucrando duas vezes, pois as vietnamitas precisam entrar na Malásia, para conseguir empregos e o homens precisam de mulheres de fora para não ficarem sozinhos a vida toda.

No fim da linha eu não sei qual das partes é pior: A mulher que se vende por um emprego, o homem que precisa comprar uma esposa ou a agência que revive os anos de escravidão.

O que você pensa disso tudo?

Fonte: http://thestar.com.my/news/story.asp?sec=nation&file=/2010/8/20/nation/6886230

You may also like...

6 Comments

  1. wendel says:

    Porra que merda compra esposa! eu me sentiria um nada e axo que quem faz isso e um nada tanbem!prefiro viver sozinho do que quase que forçar algem viver comigo!

  2. Nick says:

    Veja como mulher faz falta?!?
    AH, é. Emprego também.

    A situação parece bem complicada, nem uma das partes está certa, mas quem está? É tudo cultura, ou falta dela. Vai saber.

  3. Mas também, pra que o cara vai…

    Ahhh coisa de asiático mesmo viu.
    Seu blog é legal.
    [rq=1102621,0,blog][/rq]Brinquedos de Pelúcia para Nerds

  4. @wendel Realmente é triste, mas no país deles, quando os pais sabem que é uma menina que irá nascer, acabam abortando…o número de mulheres lá é muito menor que o de homens, por isso ficam sem opções..

  5. @Nick Cultura em termos né…comércio de ser humanos nunca pode ser bom…se o de animais já não é..

  6. @Carlos Roberto Valeu Carlos, volte sempre!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *