Casamentos Casos de Casamentos E se a Moda Pegar?

Noivo por acaso

Geralmente o noivo prepara uma grande surpresa à noiva, mas dessa vez, o feitiço virou contra o feiticeiro.

Marilene Batista e carlos Henrique de Jesus são casados há 25 anos e tem dois filhos, em 2005 eles oficializaram sua união, mas o sonho do casamento religioso nunca saiu da cabeça de Marilene.

Como convencer Carlos a realizá-lo? Parecia impossível!

Então Marilene decidiu organizar seu próprio casamento, sem que o noivo soubesse…

Começou a juntar suas economias, pediu ajuda aos amigos e parentes, sua patroa entrou com o vestido e os pastores da igreja ainda deram uma forcinha, até mesmo o noivo participou da vaquinha sem saber, toda vez que Marilene pedia um dinheiro para comprar um presente a alguém, uma parte do sonho se realizava.

No dia marcado, a noiva disse que eles seriam padrinhos de um casamento, mas que ela chegaria atrasada, pois tinha que trabalhar. Lá foi Carlos de braços dados com a madrinha substituta, para o seu próprio casamento.

Durante o sermão, o noivo começou a perceber que a história contada, lembrava em muito a sua, até que o pastor pronunciou o nome de Marilene que o convidava a casar formalmente no religioso.

Surpreso, Carlos ficou estático por um instante, colocou as mãos ao rosto para disfarçar as lágrimas, ainda mudo, o noivo foi levado ao seu devido lugar no altar e a marcha nupcial começou a tocar.

Marilene entra ao lado de seu filho, atravessa todo o tapete vermelho e dá um beijo em Carlos, era o “sim” que ela tanto sonhou receber.

Ao final do casamento, os noivos ofereceram aos convidados, uma farta galinhada, mas a lua-de-mel ainda não foi marcada.

Boa sorte ao casal, que eles consigam renovar o amor da mesma forma que renovaram seus laços matrimôniais.

fonte: http://www.em.com.br

You may also like...

1 Comment

  1. Fernando says:

    KKKkkkkkkkkk….que ato imoral, e o que é mais imoral, os pastores ajudaram…kkkkk….vão tudo pro inferno por fazer exatamente o que dizem que o diabo faz….ENGANAR (vulgo mentir).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *